República Dominicana encerra votação em dia de eleições com um morto

Santo Domingo, 15 mai (EFE).- Os centros de votação na República Dominicana fecharam neste domingo às 19h locais (20h em Brasília), após uma hora de prolongamento ordenada pela Junta Central Eleitoral (JCE), em um dia de eleições que terminou com uma pessoa morta.

Um militante do governista Partido da Libertação Dominicana (PLD) morreu no município de Monción, província de Santiago Rodríguez, após ser atingido por um tiro dado por um homem que, supostamente, tentou roubar algumas urnas, conforme informou o prefeito da cidade, Joselito Espinal.

As autoridades não deram mais informações sobre o fato e a vítima foi identificada apenas como Simón.

O presidente da JCE, Roberto Rosario, ordenou adiar por uma hora o fechamento das urnas porque alguns centros abriram com até duas horas de atraso devido a problemas técnicos.

Após o fechamento, a JCE se dispõe a realizar a contagem eletrônica e manual dos votos para escolher presidente, vice-presidente, legisladores, autoridades municipais e deputados ao Parlamento Centro-Americano (Parlacen).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos