Maduro afirma que avião espião dos EUA violou espaço aéreo da Venezuela

Caracas, 17 mai (EFE).- Um avião militar "com capacidades técnicas letais" dos Estados Unidos entrou ilegalmente no espaço aéreo venezuelano em duas ocasiões na última semana, assegurou nesta terça-feira o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

"Nossa aviação militar detectou o ingresso ilegal, para trabalhos de espionagem incomuns, do avião Boeing 707E3 Sentry, que é um sistema de alarme-centro-controle aerotransportado que tem todos os mecanismos para a espionagem", disse Maduro durante uma entrevista coletiva no palácio presidencial de Miraflores em Caracas.

Este tipo de avião, segundo declarou, é usado pelos Estados Unidos "para apoiar comunicações de grupos armados em áreas de guerra ou para preparar ações para inutilizar equipamentos eletrônicos de funcionamento do governo, da força armada nacional ou da economia".

A aeronave militar fez duas incursões ilegais no espaço aéreo venezuelano, a primeira em 11 de maio e a segunda no dia 13 desse mesmo mês, revelou o presidente.

As manobras que, de acordo com Maduro, foram interceptadas pela força aérea venezuelana, que obrigou o avião a abandonar o território, "vão ser protestadas severamente perante o governo dos Estados Unidos".

Maduro fez esta denúncia depois de garantir que a Venezuela vive uma das piores "ameaças" e "agressões" que experimentou em mais de dez anos, e frente ao que anunciou uma "contraofensiva política".

No país caribenho rege desde ontem um "estado de exceção e emergência econômica" decretado por Maduro por um período de 60 dias, prorrogáveis por um lapso similar, para fazer frente às supostas ameaças de golpe de Estado que, segundo o governante, são forjadas nos Estados Unidos.

O chefe de Estado sustenta que o país quer ser levado por agentes externos, com atores políticos internos aliados, "a uma situação de violência generalizada", que justifique uma intervenção militar estrangeira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos