Deslizamento de terra destrói aldeias e deixa 134 desaparecidos no Sri Lanka

Colombo, 18 mai (EFE).- Pelo menos 134 pessoas estão desaparecidas após um grande deslizamento de terra que arrasou três aldeias em Aranayake, na região central do Sri Lanka.

O subdiretor do Centro de Gestão de Desastres do país, Pradeep Kodippili, disse à Agência Efe que as fortes chuvas registradas na região desde sábado já provocaram a morte de 37 pessoas, a maior parte delas em Aranayake e em Bulathkohupitiya, que também fica na província central de Sabaragamuva.

O chefe da operação de resgate na região de Aranayake, general Sudantha Ranasinghe, disse aos jornalistas que as equipes já conseguiram retirar 14 corpos debaixo da terra.

"Paramos as operações por hoje, após 20 horas de trabalho, porque já anoiteceu", disse o militar ao afirmar que a busca por vítimas e sobreviventes prosseguirá amanhã.

A Cruz Vermelha do Sri Lanka indicou que teme que centenas de pessoas estejam soterradas nas três aldeias, apesar de parte dos moradores ter sido retirada dos locais nas últimas horas.

O presidente do país, Maithripala Sirisena, viajou até Aranayake para se encontrar com as vítimas e prometeu total apoio do governo. "O mais urgente é procurar os desaparecidos e dar alimentação e cobertura de saúde aos afetados", disse.

No restante do Sri Lanka, estradas estão bloqueadas devido às cheias dos rios. Em Colombo, principal cidade do país, foram registrados vários cortes do fornecimento de energia.

O Exército foi enviado para as áreas mais afetadas pelos deslizamentos de terra. Em Aranayake, as equipes de resgate contam com o apoio de 300 soldados, além de cachorros farejadores, médicos, engenheiros e máquinas para retirar o material.

As fortes chuvas no Sri Lanka tiveram início no sábado. Segundo as autoridades locais, 196.254 pessoas tiveram que deixaram suas casas e estão hospedadas em acampamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos