Enfrentamentos tribais deixam pelo menos 38 mortos no oeste do Sudão

Cartum, 18 mai (EFE).- Pelo menos 38 pessoas morreram e outras dez ficaram feridas nas últimas 24 horas em enfrentamentos tribais no estado de Cordofão do Oeste, no Sudão, informaram nesta quarta-feira as autoridades locais.

Os confrontos tiveram início após discussões sobre a posse de gado entre as diferentes facções da tribo de Hamr.

O governador do estado de Cordofão do Oeste, Abu al Qasem Barak, declarou estado de emergência na zona do conflito, para onde enviou reforços para acalmar a situação.

Além disso, ele afirmou que a situação está sob controle e que uma "calma cautelosa" reina na região, enquanto as autoridades intermedeiam um díalogo entre os líderes tribais para pôr fim à crise e evitar novos enfrentamentos.

Os conflitos tribais no Sudão ocorrem, em geral, devido à divergências entre a população local sobre os territórios e a água, cada vez mais escassa por causa do aumento do número de habitantes e das mudanças climáticas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos