Ex-ministro José Dirceu é condenado a 23 anos de prisão

Brasília, 18 mai (EFE).- A Justiça Federal condenou nesta quarta-feira, a 23 anos e três meses prisão, o ex-ministro José Dirceu, que foi presidente do PT e um dos homens mais influentes durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

A sentença foi ditada em primeira instância pelo juiz Sergio Moro, responsável pela investigação de corrupção na Petrobras, conhecida como Operação Lava Jato.

Dirceu foi condenado por crimes de corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro. Cabe recurso.

O condenado foi ministro da Presidência de Lula entre 2003 e 2005, cargo no qual foi sucedido pela agora governante suspensa, Dilma Rousseff, após ser obrigado a renunciar em meio a um grave escândalo de subornos de parlamentares pelos quais foi condenado a dez anos e dez meses de prisão.

A sentença contra Dirceu é a mais dura ditada até agora no marco da investigação sobre a Petrobras, que envolve 50 políticos e 20 das mais importantes empresas do país.

Moro justificou sua decisão que Dirceu, ainda após ter sido condenado pelos escândalos de 2005, se envolveu na trama de corrupção da Petrobras e seguia recebendo dinheiro ainda enquanto cumpria sua primeira pena.

De fato, o ex-ministro foi levado à prisão em agosto do ano passado desde sua residência de Brasília, na qual permanecia cumprindo pena graças ao benefício de prisão domiciliar.

Segundo a sentença ditada pelo juiz Moro, esse fato demonstra que em seu caso "há uma culpabilidade agravada" e "perturbadora", já que, entre outras coisas, ficou demonstrado que Dirceu continuava recebendo comissões ilegais da corrupção petrolífera ainda sob detenção em seu domicílio.

Moro também diz que foi comprovado que "no núcleo político da organização criminosa" que operou na Petrobras, Dirceu "ocupou um papel destacado" e foi "um dos criadores do complexo esquema delitivo que envolveu diversas estruturas do poder, tanto público como privado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos