Tremor de 6,8 graus na escala Ritcher atinge região litorânea do Equador

Quito, 18 mai (EFE).- Um tremor de 6,8 graus na escala Richter abalou nesta quarta-feira o litoral norte do Equador, informou o Instituto Geofísico (IG), que anteriormente tinha indicado que a magnitude era de 6,7.

O terremoto ocorreu a 10 quilômetros de profundidade às 11h46 local (13h46, em Brasília) na província de Esmeraldas, onde durante a madrugada ocorreu outro de magnitude 6,8, que foi uma réplica do terremoto de 7,8 graus que sacudiu regiões do norte do litoral equatoriano em 16 de abril.

O sismo ocorreu a uma latitude de 0,46 graus e longitude 79,8 graus, e segundo o instituto foi outra réplica do terremoto de abril, que deixou 661 mortos e milhares de afetados.

O Instituto Oceanográfico da Armada (Inocar) indicou que o novo sismo de 6,8 graus não gera alerta de tsunami. Segundo o Instituto Geofísico, após o sismo das 11h46 ocorreram outros dois, um de magnitude 4,9 e outro de 5,1.

O presidente do Equador, Rafael Correa, informou que o tremor ocorrido por volta do meio-dia teve como epicentro Mompiche, na província tropical de Esmeraldas, fronteiriça com a Colômbia.

"Réplica similar à desta madrugada. Intensidade 6.8, epicentro Mompiche. Não há alerta de tsunami. Em breve reporte de possíveis danos", publicou o mandatário no Twitter.

Correa anunciou que as aulas foram suspensas nas províncias de Manabí e Esmeraldas até a próxima segunda-feira.

"Pais podem buscar seus filhos ou esperar até o horário normal de saída", acrescentou o governante.

O tremor foi sentido com força inclusive na capital equatoriana, Quito, principalmente em edifícios altos. Karla Morales, uma ativista de direitos humanos que ajuda os afetados do terremoto de abril, escreveu em sua conta no Twitter após o sismo próximo ao meio-dia que as pessoas na província de Manabí, uma das atingidas no mês passado, estão "aterradas".

"Todos nas ruas e outros correndo para buscar suas famílias", acrescentou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos