Uruguai coordenará negociações para acordo Mercosul-UE

Montevidéu, 18 mai (EFE).- O chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, confirmou nesta quarta-feira à Agência Efe que seu país coordenará as negociações para o estabelecimento de um acordo de associação entre o Mercosul e a União Europeia (UE), apesar de a presidência temporária do bloco sul-americano passar à Venezuela em julho.

Atualmente, o Uruguai tem a presidência pro tempore do Mercosul, que em julho será transferida para o país caribenho, que não participa das negociações com a UE. Com isso, o ministro das Relações Exteriores uruguaio confirmou que seu país será o encarregado de coordenar as conversas entre os blocos.

As negociações para um acordo de associação - que inclui um tratado de livre-comércio - entre a UE e quatro países do Mercosul começaram em 1999, mas foram suspensas em 2004 após uma infrutífera primeiro troca de ofertas de acesso a mercados.

Elas foram retomadas em 2010 nas margens de uma cúpula euro-latino-americana em Madri com o objetivo de voltar a trocar ofertas em poucos meses, algo que foi adiado por várias vezes devido a diferenças internas ou falta de ambição nos objetivos do acordo.

No último dia 11, representantes dos blocos se reuniram em Bruxelas para voltar a trocar ofertas, e no final de junho haverá outra reunião, desta vez em Montevidéu, para prosseguir as negociações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos