Bombardeiro americano B-52 cai em Guam, mas sem causar mortes

Bangcoc, 19 mai (EFE).- Um bombardeiro B-52 da Força Aérea dos Estados Unidos caiu nesta quinta-feira pouco após a decolagem de uma base americana em Guam, no Pacífico Ocidental, mas sem causar vítimas mortais, informou a imprensa local.

O avião militar, desdobrado na base aérea Andersen, iniciaria uma missão de treinamento às 8h30 locais (19h30 de Brasília da quarta-feira) quando notificou à torre de controle uma série de problemas.

Veículos da imprensa local, como o site de notícias "Kuam News", mostraram imagens de uma densa nuvem de fumaça preta devido a um incêndio ocorrido na aeronave.

No entanto, os sete tripulantes conseguiram abandonar o avião por conta própria, segundo informou o meio de comunicação local "Pacific Daily News".

Guam, que pertence aos Estados Unidos como território não incorporado, conta com ampla presença de militares americanos, já que é considerado um local de grande importância estratégica para o controle do Oceano Pacífico.

As autoridades abriram uma investigação para descobrir as causas do acidente, que segundo o "Pacific Daily News", poderia se tratar de uma falha mecânica em uma das asas da aeronave.

Este é o segundo acidente em Guam envolvendo um B-52 em oito anos. Em julho de 2008, outro bombardeiro caiu 56 quilômetros ao noroeste da ilha, o que resultou na morte de seis militares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos