Homem é detido após escalar muro do palácio de Buckingham

Londres, 19 mai (EFE).- Um homem foi detido na noite de quarta-feira após escalar um muro externo do palácio de Buckinhgam, residência oficial da rainha Elizabeth II, e permanecer por sete minutos nos jardins, informou nesta quinta-feira a Polícia britânica.

O intruso, de 41 anos mas cuja identidade não foi revelada, não estava em posse de uma arma de fogo quando foi encontrado nos jardins, segundo precisou Scotland Yard.

Estima-se que a rainha estava em palácio após ter participado da abertura formal do parlamento britânico e hoje deve comparecer a um chá ao ar livre que oferece a cada ano para cidadãos que trabalham para organizações beneficentes.

O comandante Adrian Usher, chefe de proteção especial da Família Real da Polícia Metropolitana de Londres, expressou hoje sua satisfação porque as medidas de segurança responderam de maneira "efetiva" nesta ocasião e porque "ninguém" esteve em perigo.

Um porta-voz do palácio se limitou a dizer que não comentam sobre medidas de segurança pois é "um assunto que compete à polícia".

Esta não é a primeira vez que desconhecidos tentam escalar os muros do edifício, mas o fato mais recordado é o de 1982, quando Michael Fagan entrou na residência e chegou até o quarto da rainha Elizabeth II, no que é considerado o pior incidente de segurança da família real no século XX.

Nas últimas semanas, a monarca permaneceu no castelo de Windsor, aos arredores de Londres, para participar de diversos eventos por ocasião de seus 90 anos, que completou em 21 de abril.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos