Papa recebe arcebispo francês investigado por ocultar caso pedofilia

Roma, 20 mai (EFE).- O papa Francisco recebeu nesta sexta-feira no Vaticano o arcebispo de Lyon, o cardeal Philippe Barbarin, investigado por omissão de denúncia em um caso de pedofilia em sua diocese, informou o escritório de imprensa da Santa Sé.

Trata-se do caso do padre Bernard Preynat, que cuidava de um grupo de menores "escoteiros" entre 1970 e 1991 e que é acusaso de ter abusado de vários deles.

O padre Preynat, destituído em março de 2015, foi acusado em janeiro por "agressões sexuais agravadas", enquanto sobre Barbarin pesam três acusações por "omissão de denúncia" dos fatos.

Barbarin, que nega o conhecimento dos abusos sexuais aos menores, reconheceu em abril que nessa diocese foram cometidos "erros" em matéria de luta contra a pederastia e na designação de alguns sacerdotes.

Em recente entrevista ao jornal católico "La Croix", Francisco defendeu a decisão de não tirar Barbarin de seu cargo ao afirmar que "seria uma imprudência. Veremos depois quando temrinar o julgamento, mas fazer isso agora seria declará-lo culpado".

O papa garantiu que, segundo os elementos dos quais dispõe, Barbarin "tomou as medidas necessárias com relação ao assunto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos