Ciclone "Roanu" mata 10 e faz 500 mil deixarem casas em Bangladesh

Daca, 21 mai (EFE).- A passagem do ciclone "Roanu" pelo litoral de Bangladesh causou pelo menos dez mortes neste sábado e fez as autoridades do país retirarem 500 mil pessoas de maneira preventiva.

"Roanu" entrou pelo sul do país por volta das 10h (hora local; 3h de Brasília) com ventos constantes de 62 a 88 km/h, o que de acordo com a escala Saffir Simpson o situa na categoria de tempestade tropical.

O fenômeno deixou intensas chuvas e avança em direção ao leste pela costa rumo a Mianmar, disse à Agência Efe o pesquisador Abdul Mannan, do Departamento de Meteorologia do país.

"O ciclone vai se enfraquecer progressivamente e acabará se dissipando logo. Não subirá rumo ao norte do país, embora haja risco de deslizamentos de terra em algumas regiões do sul por causa das contínuas chuvas dos últimos dias", afirmou.

Pelo menos dez pessoas morreram nas últimas horas devido a incidentes relacionados com a tempestade como queda de árvores ou muros, informou à Efe o secretário do Ministério de Gestão de Desastres, Satiya Saha.

"Ainda não temos uma apuração dos danos materiais, mas disponibilizamos recursos econômicos e comida às autoridades pertinentes caso seja necessário", ressaltou Saha.

Bangladesh é palco frequente de fortes ciclones: os últimos mais significativos foram "Sidr" e "Aila", que em 2007 e 2009 deixaram mais de 3 mil e quase 200 mortos, respectivamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos