Leões de zoológico no Chile são abatidos após jovem invadir jaula

Santiago, 21 mai (EFE).- Um zoológico no Chile sacrificou dois leões para que pudesse ser resgatado um jovem que havia invadido a jaula onde eles estavam para cometer suicídio e que ficou gravemente ferido.

A diretora do zoológico, Alejandra Montalva, explicou que o jovem forçou o teto da jaula dos leões para entrar. Dentro dela, tirou a roupa e começou a "instigar" os leões, que o atacaram.

Um funcionário atirou nos leões com uma arma de fogo para salvar a vida do jovem, que sofreu mordidas e foi levado a um hospital.

"O atirador decidiu salvar a vida da pessoa e infelizmente tivemos que sacrificar dois membros de nossa família. Estamos muito doídos e muito consternados", disse a diretora do zoológico à emissora de rádio "Bío-Bío".

A Polícia confirmou que junto com a roupa do jovem havia uma carta na qual expressava sua intenção de se suicidar.

Os dois leões abatidos nasceram no zoológico da capital chilena e tinham 22 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos