Erdogan aceita renúncia de Davutoglu e se prepara dar posse a novo prêmie

Ancara, 22 mai (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, aceitou neste domingo a renúncia do primeiro-ministro do país, Ahmet Davutoglu, e já se prepara empossar no cargo o até então ministro do Transporte, Binali Yildirim, e encarregá-lo da formação de um novo governo.

"O presidente agradeceu os serviços prestados por Davutoglu até hoje e lhe pediu para permanecer à frente do Executivo até a formação de um novo governo", afirmou a presidência da Turquia em comunicado oficial divulgado hoje.

Yildirim, eleito mais cedo como novo líder do governante Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP), deixou o congresso nacional da legenda para ir ao palácio presidencial, onde receberá de Erdogan a responsabilidade de formar um novo governo.

O ex-ministro de Transporte era o único candidato a substituir Davutoglu, até então líder do AKP, partido no poder desde 2002.

Em suas primeiras declarações após ser eleito, Yildirim mostrou lealdade a Erdogan. "Presidente, sua causa é nossa causa, seu caminho é nosso caminho", disse.

Cofundador do AKP, Erdogan não é mais membro do partido por imperativo legal, devido à neutralidade política do presidente turco, mas ninguém dúvida que é a personalidade com mais influência na legenda.

A imprensa turca interpreta de forma unânime a saída de Davutoglu como uma queda de braço perdida para Erdogan, de quem já foi aliado próximo. Yildirim é um político de provada lealdade ao presidente turco e com uma imagem política não muito destacada.

Em discurso no congresso do AKP antes da votação, Yildirim afirmou que uma de suas prioridades à frente do governo será introduzir uma mudança constitucional para estabelecer um sistema presidencialista.

Introduzir um sistema presidencialista é justamente uma das grandes aspirações de Erdogan, que pretende ampliar suas atribuições, atualmente mais bem protocolares dentro do sistema parlamentar.

Analistas políticos turcos concordam que o país e o partido serão dirigidos sem dificuldades por Erdogan. O novo primeiro-ministro se limitará a aplicar as decisões do presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos