Piores chuvas em mais de 200 anos no sul da China deixam 8 mortos

Pequim, 22 mai (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram e quatro estão desaparecidas em uma cidade do sul da China, após as piores chuvas em mais de 200 anos na região, informou a imprensa oficial do país.

Xinyi, uma pequena cidade na província de Cantão, registrou precipitações de 429,5 milímetros em apenas seis horas, segundo dados das autoridades provinciais divulgados pela agência oficial "Xinhua" no final do sábado.

O governo provincial declarou o segundo alerta de maior gravidade para emergências e enviou diversas equipes à cidade, gravemente afetada pelas inundações.

Segundo dados oficiais, as chuvas alagaram casas, inundaram campos de cultivo, destruíram diques e estradas, e 557.421 pessoas ficaram afetadas em Xinyi e em outras localidades da região.

Cerca de 55.000 pessoas tiveram que ser retiradas de suas casas, após serem seriamente afetadas pela tempestade.

Os primeiros dados do governo provincial mostram que as chuvas causaram perdas econômicas de 1 bilhão de iuanes (US$ 152,7 milhões).

A tempestade parou no sábado à noite, mas as autoridades advertem que podem continuar acontecendo outros desastres como deslizamentos de terra em regiões de montanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos