Despredimento de rochas deixa pelo menos 20 mortos no Iêmen

Sana, 23 mai (EFE).- Pelo menos 20 pessoas morreram no domingo e várias dezenas ficaram feridas pelo desprendimento de rochas sobre suas casas, causado por fortes chuvas na província de Taiz, sudoeste do Iêmen, informou nesta segunda-feira a agência de notícias iemenita "Saba".

Segundo a agência, as rochas caíram sobre vários edifícios situados na zona de Al Lasba, no distrito de Al Shamayatain, na província de Taiz.

As equipes de resgate não conseguiram chegar à zona, localizada em uma área montanhosa a 250 quilômetros ao sudoeste da capital, Sana, porque os caminhos que conduzem até o local foram afetados pelas chuvas.

O número de vítimas pode aumentar, segundo a "Saba", porque há pessoas que permanecem sob os escombros das casas atingidas pelas rochas.

Em 13 de abril morreram outras 14 pessoas por causa das fortes chuvas, que provocaram deslizamentos de terra, na província de Heya, no noroeste do Iêmen.

A situação humanitária no Iêmen é desesperadora porque o conflito armado no país, que dura mais de um ano, forçou o deslocamento de 2,7 milhões de pessoas entre uma população de 20 milhões, segundo dados da ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos