Putin reitera apoio à Síria na luta contra terrorismo

Moscou, 23 mai (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, enviou nesta segunda-feira uma mensagem de condolências a seu colega sírio, Bashar al-Assad, por conta dos sangrentos atentados nas cidades litorâneas de Tartus e Yabla, no noroeste da Síria, e reiterou o apoio russo na luta antiterrorista.

"O chefe do Estado ressaltou que esta tragédia é outra demonstração da essência desumana e bárbara dos grupos terroristas que suscitaram uma guerra sangrenta contra o povo da Síria", afirma a nota do Kremlin.

No comunicado, Putin acrescenta que "mais uma vez confirmou estar disposto a continuar cooperando com os parceiros sírios para combater o terrorismo".

Além disso, o presidente russo expressou sua "segurança de que os criminosos que mancharam as mãos com sangue de vítimas inocentes não escaparão do castigo".

Segundo os veículos de imprensa oficiais sírios, a série de atentados em Tartus e Yabla deixou 78 mortos, mas segundo a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos, nos ataques terroristas morreram pelo menos 145 pessoas e outras 200 ficaram feridas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos