Atentado na Universidade de Sana deixa pelo menos três mortos

Sana, 24 mai (EFE).- Pelo menos três estudantes iemenitas morreram e vários ficaram feridos nesta terça-feira após a explosão de uma bomba na Universidade de Sana, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

O atentado aconteceu durante uma cerimônia de doação de fundos a favor do movimento rebelde dos houthis, que controla todas as dependências da Universidade de Sana desde que ocupou a capital em 21 de setembro de 2014.

As primeiras investigações indicam que a bomba foi colocada debaixo de um assento do salão Gamal Abdel Nasser, na Faculdade de Literatura, onde era realizado o ato.

Este atentado ocorre depois que o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) perpetrou ontem dois ataques na cidade de Áden, no sul do país, que causaram a morte a mais de 40 aspirantes a ingressar no Exército do país.

Os grupos extremistas ganharam terreno no Iêmen se aproveitando do vazio de poder provocado pelo atual conflito entre os houthis e as forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, que contam com o apoio de uma coalizão militar árabe, liderada pela Arábia Saudita.

O porta-voz dos houthis, Mohammed Abdel Salam, advertiu ontem que a infiltração de jihadistas nos aparelhos de segurança nas zonas sulinas se deve "ao caos e à ocupação" da coalizão árabe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos