Sete militares ucranianos morrem na região rebelde do leste da Ucrânia

Kiev, 24 mai (EFE).- Sete militares ucranianos morreram em enfrentamentos nas regiões rebeldes pró-russas do leste do país nas últimas 24 horas, informaram fontes de segurança ucranianas.

"Só nas últimas 24 horas, sete militares morreram e outros nove ficaram feridos em operações armadas na zona de Donbas (as regiões de Donetsk e Lugansk)", disse o chefe do Conselho Nacional Ucraniano de Segurança e Defesa, Alexandr Turchinov.

O chefe afirmou que se trata do maior número de baixas registradas em um dia há um ano.

"A responsabilidade por esta provocação corresponde à liderança política-militar da Rússia, que sistematicamente torpedeia qualquer caminho pacífico para resolver o conflito e libertar os territórios ocupados", disse, em referência a essas regiões autoproclamadas independentes por seus líderes pró-Rússia.

Turchinov advertiu que desde a Rússia está sendo preparada a reativação da atividade militar com a concentração de forças ao longo da linha de confronto, em violação dos acordos de paz de Minsk.

De acordo com os últimos dados da ONU, mais de 9 mil pessoas, entre combatentes e civis, morreram no leste da Ucrânia nos pouco mais de dois anos que dura o conflito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos