Barcelona acumula 3 noites de distúrbios devido à desocupação de banco

Madri, 26 mai (EFE).- Barcelona viveu nesta quarta-feira sua terceira noite consecutiva de distúrbios devido desocupação por parte da Polícia de um antigo escritório bancário ocupado desde 2011, com o resultado de várias dezenas de agentes e manifestantes feridos e vários danos materiais.

O imóvel, situado na bairro de Gracia e que agora é propriedade de uma sociedade mercantil, acolheu o banco até que ficou em desuso e foi ocupado em 2011.

O proprietário iniciou os trâmites de exigência de desocupação e, quando o processo estava a ponto de terminar em 2015, o então prefeito desta cidade espanhola, Xavier Trias, às portas das eleições municipais de maio passado, concordou que a Prefeitura assumisse o pagamento do arrendo durante um ano.

A Prefeitura pagou desde maio do ano passado 66.500 euros, o que permitiu aos ocupantes permanecer no local sem risco de despejo.

A atual prefeita Ada Colau, de esquerda, aguardou que finalizasse o contrato de arrendamento e em 1º de janeiro de 2016 deixou de pagar o valor, o que fez com que o proprietário reativasse o procedimento que estava suspenso.

Embora a Polícia tenha fechado ontem à noite as instalações, alguns manifestantes, que se reuniram nas ruas próximas, jogaram garrafas de vidro contra os agentes antidistúrbios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos