Briga em centro de imigrantes na França deixa pelo menos 40 feridos

Paris, 27 mai (EFE).- Pelo menos 40 pessoas ficaram feridas em uma briga entre sudaneses e afegãos no centro de amparada de imigrantes ilegais Jules-Ferry, nos arredores da cidade francesa de Calais, informaram nesta sexta-feira os veículos de comunicação franceses.

O último balanço oficial da prefeitura de Pas-de-Calais afirma que 33 imigrantes, cinco membros da ONG La Vie Ative e dois agentes da Companhia Republicana de Segurança (CRS) foram feridos, apesar de uma fonte policial citada pelo jornal local "La Voix du Nord" elevar esse número para 57.

A briga começou ontem à tarde durante a distribuição das refeições, ainda por um motivo desconhecido, e acabou com o incêndio de várias tendas de campanha.

O subprefeito Vincent Berton chegou hoje à região para encontrar-se com representantes da comunidade afegã e da sudanesa, em uma tentativa de mediação habitual quando ocorrem estes tipos de distúrbios.

As autoridades mobilizaram ontem à noite 200 agentes da CRS, unidades das forças móveis e 70 bombeiros para evitar novas brigas, mas não se registraram incidentes.

Na chamada "Selva de Calais" vivem atualmente 4.000 imigrantes, segundo a prefeitura, e cerca de 5.000, segundo associações humanitárias, com a esperança posta em atravessar ao Reino Unido na busca por trabalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos