Tropas do Iraque conseguem retirar 460 civis de Faluja

Bagdá, 27 mai (EFE).- Tropas iraquianas conseguiram retirar nesta sexta-feira 460 civis de Faluja, em meio à ofensiva do Exército sobre a cidade ocupada pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

O Comando Conjunto das Forças do Iraque, que une todos os órgãos militares e de segurança, afirmou em comunicado que a Polícia Federal e a milícia xiita Multidão Popular conseguiram retirar as pessoas pela entrada leste da cidade.

Além disso, uma fonte militar informou à Agência Efe que os soldados conseguiram abrir um outro corredor humanitário a partir da chamada ponte de Seyar, ao leste de Faluja, para ajudar mais civis.

Por outro lado, Ahmed al Safi, representante da máxima autoridade religiosa xiita no Iraque, Ali al Sistani, fez um pedido que as tropas protejam os civis.

"Pedimos aos valentes combatentes que protejam os civis inocentes e libertem os que são utilizados pelo inimigo como escudos humanos", solicitou o clérigo na oração das sextas-feiras.

Ontem, os Estados Unidos afirmaram que não detectaram movimentos de civis tentando sair de Faluja e admitiu um aumento dos bombardeios contra os bairros da cidade.

Segundo a ONU, há 50 mil civis em situação de alto risco em Faluja, especialmente agora que os enfrentamentos na cidade podem se intensificar com os avanços das milícias e das tropas iraquianas.

Existe especial temor pela presença de milícias xiitas, que no passado foram acusadas de realizar execuções sumárias de suspeitos de fazerem parte do EI, inclusive de crianças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos