Autoridades curdas detêm célula do EI no norte do Iraque

Mossul (Iraque), 1 jun (EFE).- Uma célula do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) foi detida na cidade de Kirkuk, no norte do Iraque, anunciou nesta quara-feira o Conselho de Segurança da região autônoma do Curdistão iraquiano.

Embora Kirkuk não pertença ao Curdistão, as forças de segurança curdas atuam também nesta região, onde a célula realizou vários ataques nos passados meses, segundo um comunicado do órgão de segurança curdo.

A detenção aconteceu no marco de uma operação conjunta da direção da Asayish (Polícia curda) em Kirkuk e em Erbil, capital da região do Curdistão.

A nota não revelou o número e nem a identidade das pessoas que foram detidas, mas garantiu que estas reconheceram ter perpetrado vários atentados terroristas e que estavam planejando outros na zona.

A célula explodiu vários carros-bomba em diferentes pontos da cidade e da província de Kirkuk nos passados meses, contra civis e contra as forças de segurança.

Também assassinou um imã de uma mesquita de Kirkuk com uma pistola com silenciador, que foi achada pelas forças curdas no momento da detenção, junto a outras armas e explosivos.

A televisão curda transmitiu imagens dos interrogatórios dos supostos terroristas e suas confissões.

O grupo EI invadiu o norte do Iraque em meados de 2014 e desde então tem uma destacada presença na zona, e domina a cidade iraquiana de Mossul, seu principal reduto.

As forças curdas estiveram na primeira linha da batalha contra os jihadistas, que não chegaram a conquistar territórios do Curdistão, mas alcançaram suas fronteiras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos