Bombardeio no norte da Síria deixa pelo menos 10 mortos

Cairo, 1 jun (EFE).- Pelo menos 10 pessoas morreram nesta quarta-feira, entre elas duas mulheres, em um bombardeio de aviões militares não identificados contra a zona de Al Mashlab e outras áreas da província de Al Raqqa, no nordeste da Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O ataque aéreo deixou também vários feridos e grandes danos materiais, segundo o Observatório, que não identificou a procedência dos aviões que efetuaram o bombardeio.

As 10 vítimas deste último ataque se somam a outros 30 civis que morreram em bombardeios efetuados nas últimas 24 horas pela coalizão internacional liderada pelos EUA no norte da Síria.

Pelo menos 15 pessoas faleceram em bombardeios registrados ao sul e ao sudoeste da população de Manbach, onde os aviões da coalizão oferecem cobertura aérea às Forças da Síria Democrática (FSD).

Além disso, o Observatório, cuja sede se encontra em Londres e dispõe de uma ampla rede de ativistas na Síria, informou que outros 15 civis perderam a vida hoje em um ataque contra a cidade de Seiyar, fronteiriça com a Turquia e situada ao oeste da cidade de Idlib, no noroeste da Síria.

O Observatório precisou que o saldo dos mortos no segundo bombardeio poderia aumentar nas próximas horas porque vários feridos estão em estado crítico.

A coalizão internacional, integrada por mais de 50 países e liderada por Washington, atua contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na Síria e no Iraque.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos