Bombardeios da coalizão internacional matam 15 civis na Síria

Cairo, 1 jun (EFE).- Pelo menos 15 civis morreram na província de Aleppo, no norte da Síria, nas últimas 24 horas em bombardeios lançados por aviões da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Em comunicado divulgado hoje, o OSDH explicou que as vítimas mortais, entre as quais há três menores, pertenciam a duas famílias.

Os bombardeios foram realizados ao sul e ao sudoeste da população de Manbach, 90 quilômetros a nordeste da cidade de Aleppo, onde os aviões da coalizão oferecem cobertura aérea às Forças da Síria Democrática (FSD), uma milícia curdo-árabe que luta contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

As FSD tomaram do EI, nas últimas 24 horas, 16 aldeias e localidades nos arredores da região de Manbach, mas a cidade permanece nas mãos dos jihadistas, que conseguiram conter as milícias curdo-sírias em sua tentativa de assumir o controle da cidade.

Entre as áreas liberadas pelas FSD, o OSDH destacou Al Hauala, Al Sheikh Abidat, Ramilat e Al Hamdat.

Paralelamente a esses enfrentamentos, as FSD lançaram outra ofensiva, que começou em 24 de maio, contra o EI na província de Raqqa, ao leste de Aleppo, o principal reduto do grupo jihadista na Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos