Governo da Argentina afirma que "não é momento" de repensar o Mercosul

Buenos Aires, 1 jun (EFE).- A ministra das Relações Exteriores da Argentina, Susanna Malcorra, afirmou nesta quarta-feira que este não é o "momento adequado" para repensar o Mercosul, em referência à sugestão de "flexibilizar" o bloco proposta recentemente pelo chanceler brasileiro, José Serra.

Para Malcorra, não é adequado propor essa mudança em um momento no qual o Mercosul, integrado por Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela, está negociando com a União Europeia "para eventualmente assinar um acordo entre os dois blocos".

"Hoje precisamos de um Mercosul mais forte e sólido, que se apresente ao resto do mundo como confiável e previsível", disse a ministra em entrevista coletiva realizada no Palácio San Martín, sede da chanceleria da Argentina.

Malcorra também afirmou que a Argentina está interessada em "adquirir" o direito de observador na Aliança do Pacífico, em referência à viagem que o presidente do país, Maurício Macri, realizará no final deste mês para participar da reunião do bloco formado por Chile, Colômbia, México e Peru.

"Estamos expandindo os mecanismos para entender como funcionam os órgãos complementares", afirmou a chefe da diplomacia argentina.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos