Tiroteio mata 2 em universidade nos EUA onde seleção brasileira faria treino

Los Angeles, 1 jun (EFE).- Um tiroteio ocorrido na manhã desta quarta-feira no campus da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), onde a seleção brasileira faria um treinamento à tarde como parte de sua preparação para a Copa América, deixou pelo menos dois mortos.

Em sua conta no Twitter, a polícia local confirmou a morte de duas pessoas na instituição. Já a UCLA, que fechou o campus, pediu aos alunos e aos funcionários para buscarem "um lugar seguro". O incidente ocorreu às 10h (hora local, 14h de Brasília) na área de um edifício da faculdade de Engenharia.

"Estamos no edifício (da faculdade) de Música em uma sala bastante isolada", declarou à Efe, por mensagem SMS, um estudante que buscou refúgio no local.

"Acaba de entrar outro companheiro. Disse que vinha de outro prédio e que havia um monte de gente correndo no sentido contrário. Havia um helicóptero (...) e bastante atividade policial", acrescentou o estudante.

O FBI também enviou agentes no campus, enquanto a polícia de Los Angeles declarou um "alerta tático" na cidade e está com centenas de policiais ao campus e arredores, informou o jornal "Los Angeles Times".

Devido ao tiroteio, o treino da seleção brasileira, previsto para as 16h (20h de Brasília) foi transferido do campus para o complexo do estádio StubHub Center, no mesmo horário, segundo um boletim divulgado pelo site da CBF.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos