França propõe receber 400 refugiados procedentes da Grécia por mês

Paris, 2 jun (EFE).- A França ofereceu nesta quinta-feira acolher a cada mês 400 refugiados procedentes da Grécia, no marco do acordo europeu sobre a repartição dos litigantes de asilo na União Europeia (UE).

O ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, destacou hoje em comunicado que o impulso dado por esse mecanismo, "graças principalmente à ajuda fornecida pela UE e pela França e Grécia", permite propor a esse último país "situar 400 pessoas em território francês" a cada mês.

Nesta semana, segundo seus números, chegaram à França 97 refugiados procedentes da Grécia e Itália, que foram dirigidos a centros de amparo e alojamento "adequados".

Na próxima semana, calcula-se que 253 pessoas chegarão à França desde a Grécia.

Cazeneuve ressaltou a determinação de seu país de respeitar os compromissos europeus adquiridos, "e a contribuir de forma decisiva, com seus parceiros, para fornecer uma resposta à altura dos desafios da crise migratória".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos