Parlamento alemão reconhece genocídio armênio apesar de advertências turcas

Berlim, 2 jun (EFE).- O parlamento alemão aprovou nesta quinta-feira, praticamente por unanimidade, uma resolução que reconhece como genocídio os massacres dos armênios cometidos há mais de um século pelo Império otomano.

A votação aconteceu apesar das advertências da Turquia, que apontou que as relações bilaterais seriam afetadas por esta decisão.

O texto reconhece como "genocídio" -termo que a Turquia rejeita- a morte de entre 800 mil e 1,5 milhão de pessoas pertencentes às minorias cristãs da Armênia nos massacres de 1915, assim como a responsabilidade alemã nelas, já que o país era então aliado do Império otomano.

A resolução, apresentada de maneira pactuada pela coalizão do governo de conservadores e social-democratas, junto com os verdes, foi aceita por apenas um voto contra e uma abstenção, segundo confirmou o presidente do Bundestag, Norbert Lammert, após aproximadamente uma hora de debate.

Antes de dar passo à votação, Lammert ressaltou que "um parlamento não é uma comissão de historiadores e muito menos um tribunal".

No entanto, o Bundestag não tem intenção de evitar "questões incômodas", "mais no genocídio contra os armênios e outras minorias cristãs há cem anos no Império Otomano, o Império alemão teve parte de responsabilidade", precisou.

Ao mesmo tempo, a câmara ressaltou que a "sincera e autocrítica análise" do passado não afeta as relações com outros países, mas constitui uma condição para a reconciliação e a cooperação.

Em mensagem dirigida a Ancara, que rejeita o termo "genocídio" e se limita a falar de massacres e deportações, Lammert afirmou que "o atual governo turco não é responsável pelo o que ocorreu há cem anos, mas sim é responsável pelo o que vai ocorrer no futuro".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos