Vice uruguaio propõe que senadores tenham salários descontados a cada falta

Montevidéu, 3 jun (EFE).- O vice-presidente do Uruguai, Raúl Sendic, disse nesta sexta-feira que irá propor que os senadores tenham os salários descontados por cada dia que não comparecerem às comissões do parlamento.

Sendic, que preside a Assembleia Geral do parlamento uruguaio, informou que o que acontece atualmente é que quando um senador não comparece a uma comissão, o ato é tratado como "uma falta com aviso", e considerou que isso "não pode eximir o legislador da responsabilidade".

Por esse motivo, indicou que proporá primeiro à força política governante, a Frente Ampla (FA) e depois ao restante dos partidos com representação parlamentar "caminhar para um regime no qual o senador que faltar a uma comissão tenha um desconto" em seu salário.

"Há modificações que podem ser feitas para que resultem uma redução de despesas", comentou Sendic.

Além disso, acrescentou que deve ser "colocado sobre a mesa" não somente o salário dos legisladores, mas também o patrimônio" que cada um deles tem.

As declarações do vice-presidente foram feitas à imprensa após participar com a diretora geral de ensino médio, Celsa Puente, em ato no qual estudantes plantaram três árvores para o Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 5 de junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos