Primeiro-ministro iraquiano visita tropas que cercam Faluja

Bagdá, 5 jun (EFE).- O primeiro-ministro do Iraque, Haider Al-Abadi, visitou ontem à noite às tropas que cercam a cidade de Faluja, controlada pelos terroristas do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) desde janeiro de 2014.

De acordo com o comunicado de seu escritório divulgado neste domingo, durante seu breve encontro com os soldados, Al Abadi ressaltou que nos últimos dez dias o Exército, que é apoiado por milícias xiitas e tribais e pela aviação internacional, conquistou "amplas zonas" dominadas.

"Atualmente, avançamos para libertar Faluja" destacou ele, que também desempenha o cargo de comandante supremo das Forças Armadas do Iraque.

O EI informou, por sua vez, em comunicado divulgado nas redes sociais que dois de seus combatentes mataram mais de 30 soldados e milicianos xiitas e feriram dezenas na região de Al Azrakiya, 16 km ao norte de Faluja. Os suicidas atacaram com um veículo carregado de explosivos e equipado com uma metralhadora um grupo de militares e milicianos, uma ação que as autoridades iraquianas não informaram.

A Organização Mundial das Migrações (OIM) informou em comunicado que nos últimos sete dias 1.385 famílias que recentemente fugiram de Faluja receberam ajuda não alimentar.

As forças iraquianas lançaram uma ofensiva sobre Faluja em 23 de maio com a qual realizaram lentos avanços em seus arredores, devido à resistência apresentada pelo EI e à presença de milhares de civis na cidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos