Hillary alcança número de delegados necessário para indicação, segundo "NBC"

Washington, 6 jun (EFE).- A ex-secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, alcançou o número de delegados necessários para ser confirmada como candidata do Partido Democrata nas eleições presidenciais de novembro, segundo uma nova apuração realizada nesta segunda-feira pela emissora "NBC".

Após sua vitória ontem em Porto Rico sobre o senador por Vermont, Bernie Sanders, e com os novos apoios de superdelegados (cargos eleitos e orgânicos do partido que têm liberdade para apoiar quem quiserem) conquistados nos últimos dias, Hillary superou, segundo os cálculos da "NBC", o número de 2.383 delegados necessários.

Isso significa que a também ex-primeira-dama será, com toda probabilidade, escolhida como candidata na convenção que os democratas realizarão em julho na Filadélfia (Pensilvânia) e enfrentará nas eleições o candidato oficioso do Partido Republicano, Donald Trump.

A apuração da "NBC" é divulgada um dia antes da última grande jornada eleitoral do processo de primárias, na qual nesta terça-feira votarão os democratas de Nova Jersey, Dakota do Norte, Dakota do Sul, Montana, Novo México e o estado mais populoso do país, a Califórnia.

"De acordo com as notícias, estamos próximos de um momento histórico sem precedentes", declarou Hillary a seus simpatizantes ao saber da novidade durante um comício em Long Beach (Califórnia), no qual também disse sentir-se "lisonjeada", mas lembrou que ainda restam "primárias para ganhar" em referência ao dia de amanhã.

Quando for proclamada oficialmente candidata na convenção em julho, a ex-secretária de Estado se transformará na primeira mulher com chances de ser presidente dos EUA por um dos dois grandes partidos.

As contas da "NBC" outorgam a Hillary 2.384 delegados, um a mais que o mínimo requerido, entre os quais se incluem 1.812 delegados conquistados nas urnas durante as primárias e 572 superdelegados.

Seu rival, o socialista Bernie Sanders, tem, segundo os cálculos da "NBC", um total de 1.566 delegados, 1.520 deles obtidos nas urnas e apenas 46 superdelegados.

A grande desproporção de superdelegados que apoiam Sanders é motivo de constantes críticas por parte tanto do pré-candidato como de seus simpatizantes, que asseguram que o processo está "corrompido" e "preparado" para que seja eleito aquele que conte com o respaldo do partido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos