Intensas chuvas marcam começo da jornada eleitoral em Santa Lúcia

San Juan, 6 jun (EFE).- Intensas chuvas marcaram nesta segunda-feira o início da jornada eleitoral em Santa Lúcia, onde os cerca de 160,5 mil moradores com direito a voto foram chamados às urnas para escolher um novo governo.

Tanto o governante Partido Trabalhista de Santa Lúcia (SLP) como seu principal oponente, o Partido dos Trabalhadores Unidos (UWP), confiam em uma vitória, embora o certo é que não há um claro favorito.

São esperadas fortes tempestades durante todo o dia nesta ilha caribenha, o que previsivelmente afetará a afluência de eleitores aos mais de 400 centros de votação que abriram suas portas às 6h30 local (7h30, em Brasília) e fecharão às 18h (19h, em Brasília).

No anterior pleito -que foi realizado em novembro de 2011- a participação foi de 57%.

O supervisor eleitoral, Gaspard Baptiste, assegurou que os primeiros resultados começarão a ser divulgados pelo menos duas horas depois do fechamento dos centros, embora a apuração final dos 17 distritos eleitorais deve ser relevada na terça-feira.

No domingo, os líderes de ambos partidos, o primeiro-ministro Kenny Anthony e seu rival e ex-ministro de Turismo Allen Chastanet, protagonizaram atos de campanha e ofereceram entrevistas de rádio em uma última tentativa de convencer os eleitores de que seus planos para impulsionar o crescimento econômico são os mais críveis.

O objetivo de ambos partidos é ter o controle do parlamento, formado por 17 membros, embora os minoritários Movimento do Povo de Santa Lúcia (LPM) e o Partido Verde também apresentaram um candidato a primeiro-ministro cada um, ao mesmo tempo que há outras quatro candidaturas independentes.

Nos anteriores, realizados em 28 de novembro de 2011 com uma participação de 57%, o governante SLP ganhou 11 de 17 cadeiras em disputa, enquanto o opositor UWP ficou com as 6 restantes.

No pleito de hoje não há um claro favorito, segundo uma pesquisa realizada pelo Serviço de Investigação para o Desenvolvimento do Caribe (Cadres) entre 20 e 23 de maio entre mil pessoas e com uma margem de erro de cinco pontos percentuais.

Assim, a pesquisa reflete que o governante SLP é apoiado por 34% dos eleitores e o UWP por 33%. Apenas 3% dizem apoiar algum dos candidatos independentes e o resto são eleitores indecisos ou que não quiseram revelar o voto aos entrevistadores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos