Kerry rejeita "unilateralismo" nas disputas do mar da China Meridional

Pequim, 6 jun (EFE).- O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, rejeitou nesta segunda-feira em Pequim as "ações unilaterais" no mar da China Meridional e defendeu a diplomacia como caminho para resolver as tensões territoriais entre China e seus vizinhos.

Assim disse o chefe da diplomacia americana em seu discurso durante a abertura do Diálogo Estratégico e Econômico entre China e EUA, encontro de dois dias realizado a partir de hoje na capital chinesa.

"Pedimos a todas as nações para encontrar uma solução diplomática baseada nos padrões internacionais e no Estado de direito", afirmou Kerry, defendendo a neutralidade dos EUA nas disputas, ao assegurar que Washington "não se posicionou" a respeito aos pedidos das partes.

O diplomata americano reconheceu que as disputas no mar da China Meridional é uma das "áreas de desacordo" que existem entre China e seu país e acompanhou as palavras pronunciadas minutos antes pelo presidente da China, Xi Jinping, para assinalar que ambas as potências têm que trabalhar para aproximar posturas.

"É absolutamente vital que utilizemos esta reunião, com bom espírito, com boa fé, construtivamente, para trabalhar sobre as diferenças sejam em direitos humanos, em segurança marítima, em comércio justo, em ciber(espaço) ou transparência do governo", disse o secretário de Estado.

O secretário de Estado leu também uma carta do presidente americano, Barack Obama, na qual reivindicou "ambição" dos negociadores do diálogo de Pequim para que seus cidadãos respirem um ar mais puro, consumam uma energia mais limpa e vivam em um mundo mais seguro.

Kerry pediu a seus anfitriões para deixar para trás os "vestígios da Guerra Fria" para definir uma relação na qual ambos os países sejam "mais parceiros que rivais", já que, segundo sua opinião, é seu "dever" como as duas maiores economias do mundo e as depositárias de "altas expectativas e responsabilidades globais". EFE

avc/ma

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos