Opositores à reforma trabalhista atiram ovos no ministro da Economia

Paris, 6 jun (EFE).- Opositores à reforma trabalhista francesa lançaram nesta segunda-feira ovos no ministro da Economia, Emmanuel Macron, quando este entrava em uma sede dos correios.

A chegada de Macron a uma sede dos correios em Montreuil, nos arredores de Paris, foi perturbada por dezenas de manifestantes do sindicato CGT e do Partido Comunista, que pediram aos gritos que fosse embora e exigiram a retirada desse projeto de lei.

O ministro lamentou a "violência" e "agressividade" desse grupo, e denunciou que não está disposto a escutar "nada".

A reforma trabalhista foi contestada desde que vazaram em fevereiro algumas disposições, com várias manifestações em todo o país e greves de diversos setores, como a que esta semana segue afetando a empresa ferroviária SNCF.

O texto passará pelo Senado entre 13 e 24 de junho e será votado nessa câmara no dia 28 desse mês.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos