Presidente da Argentina retoma agenda após sofrer arritmia cardíaca

Buenos Aires, 6 jun (EFE).- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, afirmou nesta segunda-feira, em Buenos Aires, que está bem de saúde, ao retomar sua agenda após sofrer uma arritmia cardíaca na última sexta-feira.

"Obrigado a todos os argentinos que me encheram de mensagens desde a tarde de sexta-feira até hoje. Eu estou bem para continuar a trabalhar pela Argentina que sonhamos", disse Macri, durante ato num clube do bairro Llavallol, na capital argentina.

Na tarde de sexta-feira, Macri passou por uma avaliação médica num hospital após sofrer um mal-estar, diagnosticado como uma arritmia.

Após o primeiro compromisso depois do susto, que segundo o diretor da Unidade Médica Presidencial (UMP), Simón Salzberg, não deixará sequelas, o presidente continuará sua agenda com normalidade.

O médico disse que "seria lógico que (a arritimia) não aconteça mais", embora na medicina "nada seja previsível" e afirmou que o presidente argentino deve evitar esportes de contato, mas não há restrições de trabalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos