UE pede fortalecimento de governos sul-americanos contra desastres

Assunção, 6 jun (EFE).- O embaixador da União Europeia (UE) no Paraguai, Alessandro Palmero, destacou nesta segunda-feira à Agência Efe a importância de fortalecer os governos locais, nacionais e regionais e a sociedade civil em matéria de prevenção e resistência perante os desastres naturais que ocorrem na América do Sul.

Palmero explicou que perante desastres como o terremoto de abril no Equador e as inundações e secas no Paraguai, Peru e Bolívia, agravadas pelo efeito da mudança climática, é preciso continuar melhorando a preparação das sociedades.

O embaixador da UE no Paraguai inaugurou a Oficina Regional DIPECHO América do Sul 2016, destinada a analisar o impacto dos projetos de redução de riscos de desastres na América do Sul, que descreveu como "uma troca de experiências entre as realidades locais e os colegas que vêm de Bruxelas".

"Em um projeto como estes é fundamental seguir somando esforços para a redução do risco de desastres para construir sociedades mais resilientes", disse Palmero.

A UE financia este tipo de projetos de redução de riscos de desastres na América do Sul desde 1995, aos quais destinou desde então até 80 milhões de euros.

O ato também esteve presidido por representantes de Secretaria de Emergências Nacional do Paraguai, a representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Cecilia Ugaz; e o chefe do Escritório Regional para as Américas do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres, Ricardo "Mena".

Dias depois, entre 8 e 9 de junho, Assunção receberá a primeira reunião ministerial e de autoridades sobre a redução de riscos de desastres nas Américas.

A reunião, que contará com a participação de ministros, vice-ministros e outras altas autoridades de 35 países, tem como objetivo elaborar um roteiro para a implementação do Marco de Sendai, aprovado na Terceira Conferência Mundial das Nações Unidas sobre a Redução do Risco de Desastres, realizada em 2015 no Japão. EFE

apg/ff

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos