Xi pede gestão pragmática das diferenças entre China e EUA

Pequim, 6 jun (EFE).- O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta segunda-feira para se trabalhar as "diferenças dificilmente evitáveis" que existem entre China e Estados Unidos de uma forma "pragmática" e a partir da confiança e do respeito mútuos.

Em seu discurso de inauguração da oitava rodada do Diálogo Estratégico e Econômico Estados Unidos-China de dois dias que começou hoje em Pequim, o presidente chinês também declarou que ambos os países deveriam apostar na cooperação em vez da concorrência.

Xi considerou "natural" que haja diferenças entre os países e afirmou que se pode chegar a acordos nessas áreas de divergência "redobrando os esforços".

"Para essas diferenças que não podem ser resolvidas por enquanto, temos que trabalhá-las de uma maneira pragmática e construtiva pondo-se no lugar do outro", destacou Xi.

Também afirmou que China e EUA podem chegar a um consenso seguindo "os princípios de respeito mútuo e igualdade".

Em discurso sem referências explícitas às disputas territoriais entre o gigante asiático e seus vizinhos no mar da China Meridional, e nas quais Washington mantém uma posição crítica em relação a Pequim, Xi pediu uma maior coordenação bilateral nos assuntos vinculados à região Ásia-Pacífico.

"O vasto Pacífico deveria ser um palco para a cooperação inclusiva, não um campo para a concorrência", afirmou Xi.

Ele também disse que China e EUA, por seus amplos interesses comuns na região, podem "responder conjuntamente aos desafios".

"Os dois países podem trabalhar juntos para impulsionar um círculo de amigos que seja mais inclusivo que exclusivo e os dois deveriam representar esse papel para construir a prosperidade e a estabilidade da região", disse o chefe de Governo chinês.

Xi repassou a evolução dos laços bilaterais sino-americanos desde sua chegada ao poder há três anos e ressaltou que a relação cresceu em "amplitude e profundidade", mas pediu às duas partes para reforçar sua comunicação para evitar "os juízos errôneos estratégicos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos