Aplicativos para localizar animais geram atropelamentos no Parque Kruger

Johanesburgo, 8 jun (EFE).- O uso de aplicativos de celular para localizar animais no Parque Nacional Kruger está provocando engarrafamentos, excessos de velocidade e até o atropelamento de animais, informou nesta quarta-feira a autoridade de Parques Nacionais Sul-africanos (SANParks) em comunicado.

Os programas servem para os visitantes compartilharem informação sobre a presença de rinocerontes, girafas, elefantes, leões e outros animais do local, o que leva alguns motoristas se apressarem para fotografar os bichos e ultrapassar o limite de velocidade, que é de 50 km/h nas estradas do Kruger.

Este aumento dos acidentes de trânsito já provocou, inclusive, brigas entre motoristas, algo até agora pouco frequente nas estradas do parque natural, que tem quase 2 milhões de hectares e é um dos mais populares do mundo.

"Estamos estudando mecanismos legais para limitar o uso dos aplicativos", afirmou o responsável de Turismo e Desenvolvimento do SANParks, Hapiloe Selo, que garantiu que o uso destas tecnologias dificulta o funcionamento do Kruger e de outros parques sul-africanos.

"O uso destes aplicativos vai contra o espírito do turismo responsável", acrescentou Selo no comunicado, no qual expressa "grave preocupação com este fenômeno".

Situado no nordeste da África do Sul e fronteira com Moçambique, o Parque Kruger tem quase o mesmo tamanho da Bélgica e oferece ao visitante mais de 147 espécies de mamíferos, 114 espécies de répteis e 336 tipos de árvores.

O Kruger é um dos principais atrativos turísticos da África do Sul e abriga 65% da população de rinocerontes de todo o mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos