Estado Islâmico destrói Templo de Nabu, no Iraque

Mossul (Iraque), 8 jun (EFE).- O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) destruiu com explosivos e escavadeiras o Templo de Nabu, na cidade arqueológica de Nimrud, no norte do Iraque, conforme mostra um vídeo dos jihadistas e confirmado por especialistas à Agência Efe nesta quarta-feira.

No vídeo divulgado na internet, os extremistas também ameaçam explodir as Pirâmides de Gizé, no Egito, e modernos edifícios, como o Burj Khalifa, em Dubai, a torre mais alta do mundo.

O chefe do comitê da antiga província de Nineveh, onde Nimrud está, Sidu Husein al Tatani, disse à Agência Efe que o Templo de Nabu foi demolido na última segunda-feira.

"Foi mais um passo nas operações de destruição de zonas arqueológicas de Ninawa que o EI começou desde que assumiu o controle da região, em junho de 2014", lamentou.

O professor da Universidade de Mosul, Nabil Nuredin, lembrou que o templo foi dedicado ao culto do deus Nabu, reverenciado nos tempos assírios e babilônicos há mais de 3 mil anos.

No vídeo de dez minutos, aparecem imagens das Pirâmides de Gizé, qualificadas como "símbolos do paganismo e da idolatria".

"É uma vergonha ver alguns muçulmanos se orgulharem da arqueologia construída pelos infiéis, que consideram parte de sua história e identidade", disse o jihadista Abu Naser al Ansari.

Desde que o EI conquistou diversos territórios no Iraque e na Síria e proclamou um califado, importantes monumentos arqueológicos foram destruídos, incluindo as ruínas greco-romanas de Palmira, patrimônio da humanidade da Unesco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos