Ministro do Interior do Chile renuncia ao cargo

Santiago, 8 jun (EFE).- O ministro do Interior do Chile, Jorge Burgos, renunciou nesta quarta-feira ao cargo que assumiu há pouco mais de um ano, confirmaram representantes de seu partido, o Democracia Cristã.

Burgos esteve reunido hoje durante quase uma hora com a presidente Michelle Bachelet no Palácio de La Moneda para comunicar sua decisão, informou a "Radio Bio Bio".

Jorge Burgos assumiu o cargo no dia 11 de maio de 2015, sucedendo Rodrigo Peñailillo, cassado após o escândalo sobre o suposto financiamento irregular da campanha eleitoral de Bachelet em 2013.

"Recebemos isso com surpresa e lamentamos, porque ele estava realizando um bom desempenho como ministro do Interior", afirmou o deputado Matías Walker, vice-presidente da Democracia Cristã.

Burgos já vinha se manifestando contra algumas decisões adotadas pela presidência. Entre as divergências mais evidentes está a visita oficial da presidente Michelle, a conflituosa região de La Araucanía, em dezembro do ano passado, quando o então ministro foi excluído da agenda e soube da decisão quando estava a caminho do aeroporto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos