Talibãs executam 12 viajantes e sequestram outros 47 no Afeganistão

Cabul, 8 jun (EFE).- Os talibãs executaram 12 viajantes, em sua maioria civis, que tinham sido capturados no sul do Afeganistão, e sequestraram nesta quarta-feira outras 47 pessoas no norte do país, no quarto caso destas características em menos de um mês.

A "brutal execução" aconteceu na tarde de ontem no distrito de Andar, na província de Ghazni, afirmou à Agência Efe o porta-voz do Governador provincial, Javid Salangi.

Segundo o porta-voz, as vítimas tinham sido capturadas nos veículos nos quais viajavam em várias estradas da província durante os últimos dois dias e explicou que entre os mortos, além de civis, há policiais e soldados.

"A Cruz Vermelha enviou membros de seu pessoal para que recuperem os corpos e os tragam a Ghazni", capital da província homônima, acrescentou Salangi, que afirmou que as execuções se produziram em zonas controladas pelos talibãs.

O chefe da Polícia da vizinha província de Paktika, Khalilullah Zyaee, confirmou à Efe o número de mortos e garantiu que a maioria das vítimas era formada por civis que residiam na província oriental de Nangarhar.

Um porta-voz dos talibãs, Zabiullah Mujahid, não confirmou nem e desmentiu que os insurgentes estivessem por trás da execução e afirmou que "ainda estão recopilando informação sobre o sucedido".

Nesta manhã, no distrito de Khan-Abade na província nortista de Kunduz, alguns insurgentes sequestraram 47 passageiros que viajavam em um ônibus e em um carro, e os levaram a aldeias próximas, disse à Agência Efe um porta-voz policial da região, Hijratullah Akbari.

Tropas do Exército e membros da Polícia e dos serviços de inteligência afegãos foram desdobrados na área, onde lançaram uma operação de resgate.

Segundo Akbari, por enquanto puderam libertar alguns sequestrados e esperam "que o resto seja resgatado em breve".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos