Com 50,12% dos votos e apuração no fim, Kuczynski é virtual eleito no Peru

Lima, 9 jun (EFE).- O economista peruano Pedro Pablo Kuczynski é o virtual ganhador das eleições presidenciais do domingo passado no Peru, ao obter 50,12% dos votos contra 49,8% da rival Keiko Fujimori com 99,77% da apuração oficial concluída.

Em entrevista coletiva, o chefe do Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE), Mariano Cucho, explicou que faltam ser contabilizadas 173 atas, que representam 0,2% da votação, o que deve ser resolvido pelos júris eleitorais especiais.

Com 99,77% da apuração, Kuczynski recebeu 8.580.474 votos, enquanto Fujimori obteve o apoio de 8.539.036 cidadãos peruanos, o que equivale a 41.438 votos de vantagem para o ex-ministro de Economia.

Cucho ressaltou que a ONPE atuou com absoluta neutralidade e transparência e rejeitou as críticas dos políticos, que criticaram o tempo transcorrido para completar a apuração, por desconhecimento da geografia e das medidas de segurança que precisou ser adotada.

Horas antes, o porta-voz do partido da candidata presidencial Keiko Fujimori, Força Popular, Pedro Spadaro, afirmou que "ninguém pode cantar vitória" até que as autoridades eleitorais contem até o último voto do segundo turno presidencial.

Em entrevista coletiva, Spadaro afirmou que o partida irá "respeitar o que o povo decidiu nas urnas, mas temos que defender nosso direito de que se contem todos os votos e saber os resultados finais".

Pouco antes da declaração dos representantes da Força Popular e após se manter em silêncio desde a segunda-feira passada, Fujimori disse aos jornalistas que esperam perto de sua casa que ela e seu partido estão "esperando com paciência" o resultado do pleito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos