Kuczynski afirma que lida com virtual triunfo no Peru "com muita modéstia"

Lima, 9 jun (EFE).- O economista Pedro Pablo Kuczynski afirmou nesta quinta-feira que lida "com muita modéstia" o virtual triunfo nas eleições presidenciais do Peru e se ofereceu a "trabalhar para todos os peruanos" e com a "melhor vontade de diálogo".

"Lidamos com este virtual veredicto com muita modéstia porque o Peru tem grandes desafios pela frente. Queremos um país unido, conciliado, pronto para dialogar", afirmou Kuczynski aos partidários e jornalistas.

O Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE) anunciou nesta quinta-feira que, com 100% das atas processadas e 99,77% contabilizadas, Kuczynski é o virtual ganhador das eleições do domingo passado, ao obter 50,12% dos votos contra 49,8% da rival, Keiko Fujimori.

Como ainda há 173 atas a serem revisadas pelos júris eleitorais especiais, Kuczynski disse que os resultados da ONPE são "semioficiais" e pediu para que seja aguardada a confirmação final para conceder uma entrevista coletiva.

"Este não é um anúncio oficial, que fique bem claro, é preciso respeitar a contagem oficial, mas quero agradecer a todos os que estiveram nesta eleição, por sua dedicação", ressaltou o ex-ministro de Economia do governo de Alejandro Toledo.

Kuczynski, que era acompanhado pela esposa, a norte-americana Nancy Lange, e seus candidatos a vice-presidentes Martín Vizcarra e Mercedes Aráoz, ofereceu a seus adversários sua "melhor vontade para dialogar" e "o mesmo" a todos que o apoiaram.

"Esta não é uma eleição entre sul e norte, entre serra e costa, somos um só país e temos que trabalhar como um só país com muitas opiniões, com muitos pontos de vista. O Peru é um país grande de coração e de alma", enfatizou.

O economista disse que nos próximos anos trabalhará "com todos" para que "em 2021, no bicentenário (da independência), o Peru seja outro, seja um país renovado".

Com 99,77% da apuração concluída, Kuczynski obteve 8.580.474 votos, enquanto Fujimori recebeu o apoio de 8.539.036 cidadãos, o que equivale a 41.438 votos a favor do ex-ministro de Economia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos