Missa abre comemoração oficial pelos 90 anos de Elizabeth II

Viviana García.

Londres, 10 jun (EFE).- Com toda a pompa, as celebrações oficiais pelos 90 anos da rainha Elizabeth II começaram nesta sexta-feira com uma missa de ação de graças na Catedral de St Paul, em Londres, ao lado de seu marido, o duque de Edimburgo, que completa 95 anos hoje.

Toda a família real, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, e importantes figuras locais assistiram à missa anglicana, na qual o reverendo David Ison agradeceu à soberana por sua "dedicação", "compromisso", "dignidade" e "humanidade" durante os 64 anos em que está no trono. O arcebispo de Canterbury, Justin Welby, agradeceu à rainha seu serviço público, ao destacar que o Reino Unido teve seu apoio em "momentos de guerra e dificuldades", e também de "mudanças".

Com músicas tocadas em órgão e trombetas, a missa se destacou pela solenidade, enquanto nas ruas milhares de pessoas se perfilavam com bandeiras para saudar à família real, especialmente os populares duques de Cambridge, William e Kate, que receberam a maior ovação.

Vestida de amarelo e com chapéu da mesma cor da estilista Angela Kelly, a soberana não mostrava sinais de cansaço. A duquesa de Cambridge, por sua vez, usava um elegante vestido azul celeste com bordados em branco da estilista Catherine Walker, a preferida de sua sogra, a falecida Diana de Gales.

Na cerimônia, o primeiro-ministro leu uma passagem do Novo Testamento antes de o naturalista britânico David Attenborough ler uma reflexão sobre a passagem do tempo, escrito por Michael Bond, autor dos famosos livros infantis do urso Paddington. O mundo da política esteva representado pelos ex-primeiros-ministros britânicos John Major e Tony Blair, e também por membros do atual governo e da oposição, entre eles o líder trabalhista, Jeremy Corbyn.

Depois da missa de ação de graças e como parte dos festejos, o príncipe Charles, herdeiro da coroa, e sua mulher, Camilla, ofereceram um almoço aos governadores dos territórios dependentes no Palácio de Buckingham. Na outra ponta da cidade, em Guildhall, sede do centro financeiro, William, Kate e o príncipe Harry ofereceram uma recepção aos demais convidados.

Apesar de Elizabeth II ter feito 90 anos em 21 de abril, os três dias de festas nacionais começaram hoje, com uma foto oficial da rainha e do duque de Edimburgo feita pela fotógrafa Annie Leibovitz.

As celebrações pelo aniversário de Elizabeth II continuarão amanhã com o tradicional e colorido desfile da Guarda Real, chamado "Trooping the Colour", que acontecerá pelas ruas de Londres e na sede da Guarda Real Montada. Neste espetacular desfile participarão 1.400 soldados, 200 cavalos e 400 músicos. Depois disso, a família real se reunirá no Palácio de Buckingham para ver da varanda a exibição de uma pequena frota de aviões do Real Força Aérea (RAF).

As celebrações terminarão no domingo, com um almoço ao ar livre na Avenida The Mall, que liga a Trafalgar Square ao Palácio de Buckingham, onde se espera a presença de milhares de pessoas. Além disso, em todo o país, moradores colocarão bandeiras britânicas nas árvores e levarão suas as mesas à rua para almoçar e brindar pela rainha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos