Papa receberá amanhã mãe de argentino condenado à morte nos EUA

Buenos Aires, 10 jun (EFE).- O papa Francisco receberá no Vaticano neste sábado Lidia Guerrero, mãe do argentino Víctor Saldaño, condenado à morte nos Estados Unidos, informou nesta sexta-feira à Agência Efe o advogado da família, Juan Carlos Vega, que acompanha à mulher em seu encontro com o pontífice.

A audiência, que acontecerá às 11h (horário local), será realizada por um "pedido expresso" da mãe, a partir de uma carta enviada a Francisco. O advogado e ela viajaram na última quarta-feira a Roma e devem dar uma entrevista coletiva após o encontro com o papa.

Saldaño, de 43 anos e preso no Texas, foi condenado à morte em junho de 1996 pelo assassinato em novembro de 1995 de Paul King, um vendedor de computadores, em Dallas. De acordo com a defesa do acusado, a condenação foi dada com base em critérios discriminatórios, por isso Vega levou o caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em 1999.

Em 2002, a Corte Suprema dos Estados Unidos declarou a nulidade da sentença por ser "discriminatória", mas dois anos mais tarde o argentino foi julgado e condenado novamente e em 2007 a Câmara de Apelações do Texas rejeitou um pedido de nulidade.

Em agosto de 2015, a família de Saldaño apelou a Francisco, ex-arcebispo de Buenos Aires, para que ele intercedesse por seu compatriota em seu encontro em setembro daquele ano com o presidente americano, Barack Obama.

"Nunca pedimos que fosse considerado inocente nem falamos em ilegalidade da pena de morte. Nós dissemos que o sistema judiciário mais garantista do mundo discrimina pela raça", explicou Veja à epoca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos