EUA elogiam Argentina pela decisão de acolher 3 mil refugiados sírios

Washington, 11 jun (EFE).- O governo dos EUA agradeceu e elogiou neste sábado a Argentina pela decisão de acolher 3 mil refugiados sírios, anunciada na sexta-feira pelo chefe do Gabinete de Ministros do Executivo argentino, Marcos Peña, em Washington.

"Elogio e agradeço @marquitospena (conta no Twitter de Peña) e todo o governo argentino por demonstrar liderança para aceitar 3 mil refugiados sírios", afirmou Susan Rice, assessora de Segurança Nacional do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em sua conta oficial da rede social Twitter.

Rice publicou a breve mensagem um dia depois de se reunir na capital americana com Peña, com quem abordou o plano do país sul-americano para receber os refugiados, entre outros assuntos.

Em entrevista à Agência Efe, o chefe do Gabinete do governo argentino, que também se reuniu com altos funcionários do Departamento de Estado, indicou na sexta-feira que tratou com as autoridades norte-americanas aspectos técnicos, incluído garantias para confirmar a identidade dos refugiados.

"Consideramos que devemos, como os Estados Unidos, a União Europeia e a comunidade internacional, ajudar nesta crise humanitária", explicou à Agência Efe o chefe de Gabinete do governo de Mauricio Macri.

Além disso, Peña repassou com seus interlocutores americanos a agenda bilateral entre Washington e Buenos Aires, que durante o mandato da presidente Cristina Kirchner não manteve relações de alto nível com os EUA EFE

pa-jmr/ff

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos