Crescente Vermelho do Iraque diz que mais de 20 mil pessoas fugiram de Faluja

(Corrige título, lead e terceiro parágrafo).

Bagdá, 12 jun (EFE).- Mais de 20 mil pessoas fugiram da cidade de Faluja, ao oeste de Badgá, desde o início há três meses da operação para expulsar o grupo Estado Islâmico (EI) da região, informou neste domingo, em comunicado, o Crescente Vermelho do Iraque.

Para receber essas pessoas, explica a nota, as autoridades iraquianas, em parceria com a Organização Internacional de Migrações (OIM), estabeleceram mais de 50 tendas em regiões próximas a Faluja.

Além disso, o Crescente Vermelho forneceu alimentação diária e água potável a mais de 14 mil do total dos refugiados.

Na última quarta-feira, as principais organizações humanitárias alertaram que estão lutando contra o relógio para fazer chegar ajuda aos moradores de Faluja, uma das grandes cidades iraquianas controladas pelo EI e onde permanecem cerca de 50 mil civis.

Faluja é considerada como o segundo maior reduto do grupo terrorista no país após Mossul. A resistência dos extremistas, assim como os explosivos colocados em várias partes da cidade, impedem o avanço das tropas governamentais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos