Jogadores e torcedores são condenados em Portugal após agredirem bandeirinha

Lisboa, 12 jun (EFE).- Dois jogadores e dois torcedores foram condenados pela Justiça de Portugal a penas de três e quatro anos e meio de prisão por terem agredido um dos bandeirinhas que atuavam em durante uma partida de um torneio regional no país.

A decisão, divulgada neste domingo pela emissora estatal "RTP", confirmou a sentença emitida pelo tribunal de primeira instância. Agora, os acusados só tem opção de recorrer ao Tribunal Constitucional para evitar a prisão.

A agressão ocorreu em novembro de 2011, em uma partida de um torneio regional disputada entre o Insolente e o Rio Tinto.

O árbitro auxiliar Fernando Pinto foi agredido até ficar inconsciente por dois jogadores e dois torcedores do Insolente. Por causa da violência, ele foi levado de ambulância até o Hospital de São João, onde ficou internado por alguns dias.

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) se mostrou satisfeita com a decisão da Justiça, desejando que o caso sirva de exemplo para evitar outras agressões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos