Merkel expressa desde Pequim condolências pelo massacre de Orlando

Pequim, 13 jun (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, expressou nesta segunda-feira em Pequim suas condolências pelo massacre em uma boate de Orlando (Flórida), na qual pelo menos 50 pessoas morreram e 53 ficaram feridas.

A governante se mostrou "consternada" pelo ataque e enviou uma mensagem de solidariedade às vítimas e suas famílias, nos primeiros minutos de seu comparecimento conjunto com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, no Grande Palácio do Povo de Pequim.

O líder do país asiático se uniu às condolências, ressaltou que a China "se opõe a qualquer forma de ação terrorista" e expressou o desejo de uma pronta recuperação dos feridos.

O massacre, que foi reivindicado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), foi perpetrado por um homem identificado como Omar Mir Seddique Mateen, um americano de origem afegã que morreu em um tiroteio com a polícia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos