ONU condena "atroz" atentado de Orlando contra pessoas "inocentes"

Genebra, 13 jun (EFE).- O alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad al Hussein, condenou nesta segunda-feira o atentado contra uma boate gay em Orlando (EUA), que deixou pelo menos 50 mortos e mais de 50 feridos.

"Condeno com a maior força possível os ataques atrozes de extremistas violentos contra pessoas inocentes, escolhidas ao acaso, ou por causa de suas supostas crenças, opiniões ou - como vimos ontem - por sua orientação sexual", disse Zeid em seu discurso no Conselho de Direitos Humanos da ONU, que hoje começou sua segunda sessão regular do ano.

O alto comissário parafraseou o pastor americano Martin Luther King e lembrou "a vergonha que se reserva para aqueles que possuem poder sem compaixão, poderio sem moralidade, e força sem visão".

"Mas ele (King) também destacou que podemos nos dedicar com o tempo na dura mas maravilhosa luta para um mundo novo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos